Home > Soluções > Controlo de Qualidade Farmacêutica > Automatização > Automatização de ensaios microscópicos

Automatização


Aumentar o número de novas moléculas a ensaiar, ao mesmo tempo que o número de ensaios a realizar in vitro com cada um dos possíveis candidatos a ser um novo fármaco. Este é um conceito que está na base da economia de tempo e dinheiro, num ambiente difícil e competitivo como o do setor farmacêutico. Não é suficiente reduzir o volume dos ensaios, é imprescindível que todo o processo esteja isento de erros e seja reastreável. Nestas condições, a automatização da preparação e dispensação dos compostos a ensaiar é a única alternativa viável.

Qualidade Farmacêutica | Izasa Scientific

Automatização de ensaios microscópicos

BeckmanCoulter_Cytation5_IzasaScientific

Cytation 5

Leitor multomodo com sistema de captura de imagens celulares.

Cytation™ 5é um sistema configurável, integrado e único, que combina microscopía digital automatizada de campo amplo com deteção multimodo convencional em microplacas, projetado para fornecer informação fenotípica celular em combinação com dados quantitativos baseados em intensidade, nos poços.


Esta plataforma de apenas um instrumento, substitui múltiplos módulos e interfaces de software, sendo fácil de instalar e operar.
Com ampliações até 60x (aumentos), o módulo de microscopia proporciona visualização celular e subcelular de alta qualidade em canai de fluorescência, campo claro, campo claro a cores e contraste de fases.


O módulo de deteção multimodo conta com a tecnologia patenteada Hybrid Technology™ de BioTek, a qual incorpora óticas baseadas em monocromador com sistema de largura de banda variável e óticas de alta sensibilidade baseadas em filtros, para uma versatilidade e desempenho incomparável.
O controlo de temperatura até 65 °C, o sistema de agitação, mais o controlo de CO2 / O2 e os injetores duais de reagentes, permitem otimizar as condições para captura de imagens e deteção em células.


A captura de imagens e de dados e a poderosa análise de imagens e dados são manuseados pelo software Gen5™, projetado especificamente para o processamento de informação sem complicações, inclusive com os ensaios mais complexos.

Leer más ...
Pedir mais info
Nikon_biostationIM-Q_IzasaScientific

BIOSTATION IM-Q

Sistema de incubação celular.

O sistema de incubação celular compacto Nikon BioStation IM-Q permite que os utilizadores com experiência mínima em microscopia possam realizar experimentos com células vivas sem grande dificuldade. Possibilita a realização de uma grande variedade de experimentos time-lapse, tanto a curto como a longo prazo, incluindo estudos de crescimento celular, morfologia ou expressão de proteínas entre outros.

 

Leer más ...
Pedir mais info
Nikon_MicroscópioInvertidoEclipse-Ti-E_IzasaScientific

Microscópio Invertido Eclipse-Ti-E

Modelo completamente automatizado de alta exigência destinado a aplicações de investigação avançada.

Dispõe de comandos de controlo de ambos lados da base e na parte frontal do estativo, para o acionamento dos componentes do microscópio sem necessidade de uma consola externa. 

Permite ser conectado a um computador que controle eletronicamente, com o software de ação e manipulação Ti-Tools, todos os componentes suscetíveis de motorização presentes no sistema.

Inclui os adaptadores para acoplar os elementos necesários para a técnica de observação de epifluorescêcia.

O estativo Ti-E dispõe de 3 saídas de luz: a de visualização ocular e duas destinados à captura de imagem com dispositivos externos, um de cada lado do estativo). Todos as saídas de luz  encontram-se motorizadas e podem ser controladas tanto desde os comando do próprio estativo como desde o software. Um sistema de prismas motorizados é responsável pelo direcionamento de 100% da luz a cada uma das saídas laterais até ao tubo binocular. Adicionalmente permite direcionar  20% da luz até às oculares e 80% da luz até ao porto esquerdo.

Motorização do eixo Z, com controlo retroativo de um descodificador linear, controlado desde software com uma resolução mínima de 25 nm e velocidade de avanço de 2,5 mm/segundo.

Comando de acionamento manual de uma lente de ampliação (1,5 x) intermédia.

Acender e apagar o sistema de transiluminação, regulação da sua intensidade através de um potenciómetro de roda.

Deslocamento motorizado do eixo Z em três tipo: macro,micro e ultramicrométrico.

Troca da objetiva através da rotação do revólver.

Troca de filtros para epifluorescência através da rotação do disco que os aloja.

Acender e apagar o obturador de epifluorescência externo (caso exista).

Comando de acionamento da função de Escape e Refocagem através do deslocamento  vertical do revólver.

Seleção do canal de saída luz do estativo até aos locais de captura de imagem ou  visualização ocular.

Ecrã LCD fluorescente para a apresentação das condições de observação em uso, também em escuridade. Além disso, o painel de controlo possibilita a execução de modos de observação previamente programados.

Leer más ...
Pedir mais info

Ajude-nos a melhorar

Promover uma melhor via de comunicação através da nossa nova página web é o nosso principal objetivo. Queremos saber a sua opinião sobre os aspetos da nova página que mais lhe agradam e os quais devemos melhorar.